Náutico, Santa Cruz e Sport reúne médicos para discutir retorno ás atividades

      19 ABR 2020
      19 de Abril de 2020

      Ainda sem prazo determinado para o retorno dos jogos, o futuro das competições segue indefinido. Para o Campeonato Pernambucano, no entanto, um cenário de possibilidades pode ser traçado a partir de hoje. A Federação Pernambucana convocou médicos representantes dos clubes para debater o planejamento gradual de retorno às atividades.

      O evento contará com transmissão ao vivo e acontecerá às 14h30, no salão nobre da sede da FPF, no bairro da Boa Vista. Serão reunidas presencialmente lideranças do Trio de Ferro, Náutico, Santa Cruz e Sport, além de um líder representando as sete equipes intermediárias que disputam o Campeonato Pernambucano 2020.

      De acordo com a assessoria de imprensa da Federação Pernambucana, "o objetivo é estruturar uma proposta quando a liberação por parte das autoridades vier". Serão, no máximo, nove participantes, entre eles um infectologista, que fará parte da coordenação da reunião.

      O cenário

      O Campeonato Pernambucano foi interrompido às vésperas da realização da nona e derradeira rodada da fase de grupos, que também determina o prazo final de inscrições de atletas para o restante da competição. Ao todo, a competição precisará de mais cinco datas para ser cumprida em sua totalidade, incluindo ainda as rodadas únicas das quartas de final e da semifinal, além dos dois jogos da grande decisão, única no formato de ida e volta no mata-mata.

      O Santa Cruz é o único invicto e já classificado como líder, junto ao Salgueiro, garantido como vice na primeira fase. Ambos têm vaga direta na semifinal. Retrô, Náutico, Sport, Afogados e Central brigam pelas quatro vagas da quartas de final, com vantagem de jogar em casa para o 3º e o 4º colocado geral. Os quatro últimos disputarão o quadrangular na luta contra o rebaixamento, que já tem Vitória e Decisão confirmados, e o Petrolina com chances remotas de avançar de fase.

      O contexto

      Há pouco mais de um mês sem atividades, ainda não há data determinada para a bola voltar a rolar. A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) realiza reuniões rotineiras com os clubes, no entanto, sem uma previsão específica, uma vez que o retorno das atividades está condicionado às orientações das autoridades como a Organização Mundial de Saúde (OMS) e o Ministério da Saúde do país.

      Os atletas seguem de férias programadas até o próximo dia 30 de abril, porém sem previsão de retornar aos treinamentos em conjunto a partir do prazo estabelecido. Como forma de auxiliar os pagamentos dos salários pelos clubes, a CBF distribuiu auxílios de cerca de R$ 19 milhões, distribuídos entre os clubes das Séries C e D do Campeonato Brasileiro, além das Séries A e B da competição feminina.

      Voltar


      Fale Conosco:
      ismaradona@hotmail.com