10 clubes brasileiros que mais lucraram com vendas de jogadores da base na última década

      14 ABR 2020
      14 de Abril de 2020

      Não é segredo para ninguém que os clubes brasileiros necessitam do dinheiro oriundo da venda de jogadores para sobreviver. Pois, conforme dados de especialistas em mercado de futebol, nenhum time do país lucrou tanto na última década (2010-2019) por conta da transferência de alguns de seus craques formados na base como o ?Santos. Já ?Flamengo e ?São Paulo completam o top 3. Abaixo, você confere o top 10 detalhado.

      10º - Cruzeiro

      Número de Vendas: 17 (exemplo: Lucas Silva)

      Faturamento: 49 milhões de euros (R$ 229,8 milhões)

      9º - Palmeiras

      Número de Vendas: 8 (exemplos: Gabriel Jesus e Vitão)

      Faturamento: 50,7 milhões de euros (R$ 237,7 milhões)

      8º - Atlético-MG

      Número de Vendas: 10 (exemplos: Jemerson e Bernard)

      Faturamento: 58,1 milhões de euros (R$ 272,4 milhões)

      7º - Internacional

      Número de Vendas: 14 (exemplos: Alisson e Sandro)

      Faturamento: 66,7 milhões de euros (R$ 312,8 milhões)

      6º - Athletico-PR

      Número de Vendas: 14 (exemplo: Renan Lodi)

      Faturamento: 70,7 milhões de euros (R$ 331,5 milhões)

      5º - Fluminense

      Número de Vendas: 12 (exemplo: Pedro e Wendel)

      Faturamento: 74,5 milhões de euros (R$ 349,4 milhões)

      4º - Grêmio

      Número de Vendas: 11 (exemplos: Arthur e Fernando)

      Faturamento: 80,6 milhões de euros (R$ 378 milhões)

      3º - São Paulo

      Número de Vendas: 15 (exemplos: David Neres e Luiz Araújo)

      Faturamento: 121,3 milhões de euros (R$ 568,8 milhões)

      2º - Flamengo

      Número de Vendas: 9 (exemplos: Vinicius Junior e Lucas Paquetá)

      Faturamento: 141,7 milhões de euros (R$ 664,5 milhões)

      1º - Santos

      Número de Vendas: 15 (exemplos: Neymar e Rodrygo)

      Faturamento: 223,3 milhões de euros (R$ 1,04 bilhão)

      Voltar


      Fale Conosco:
      ismaradona@hotmail.com