Sport garantido na Série A 2020 encerra 2019 com empate sem gols contra Atlético Goianiense 

      30 NOV 2019
      30 de Novembro de 2019

      Precisando da vitória, o Atlético Goianiense se dispôs a propor o jogo e foi ao ataque. A tônica da partida ficou clara, com o Dragão buscando jogadas ofensivas, sentindo dificuldade em entrar por baixo e trabalhando a bola aérea e os chutes de longe. O Sport, bem postado na defesa, apostava nas jogadas de velocidade e nas tabelas para estabelecer contra-ataques.

      Com os goianos tendo dificuldade nas finalização, as primeiras grandes chances de perigo no jogo foram do Leão, aos 14, com Marcinho, e aos 17, com Yan quase forçando um gol contra de Gilvan, ambos em recuperações rápidas. Com uma proposição mais defensiva, o Sport fazia mais faltas, abrindo espaço para o Atlético buscar seu jogo aéreo, mas Luan Polli saindo bem ou a falta de força na definição do Dragão inviabilizavam o gol.

      No lado pernambucano, o contra-ataque seguia forte e a melhor chance do primeiro tempo veio exatamente assim. Aos 24, Elton recebeu a bola na área e bateu para um belo desvio de Maurício Kozlinski para o escanteio. Na cobrança, Charles cabeceou e acertou o travessão.

      O Atlético Goianiense começou a etapa final indo contudo ao ataque e, já no primeiro minuto balançou as redes pernambucanas, com Moacir. Mas o que seria uma lei do ex, foi anulado pela arbitragem, que viu impedimento de Aylon no decorrer da jogada. A resposta do Sport foi imediata, com Yan fazendo uma bela jogada individual e vendo a bola raspar ao lado do gol.

      O segundo tempo, porém, não manteve o mesmo nível enérgico dos três primeiros minutos. O Sport recuou mais o time ao campo de defesa, fechando ainda mais o caminho para o Atlético. Porém, o Leão começou a errar mais passes no setor defensivo e o Dragão buscou mais imposição no ataque, trabalhando melhor as jogadas e tendo todo o domínio ofensivo.

      Assim, a equipe do Centro-Oeste passou a ter mais facilidade para recuperar a bola, que passava pouco tempo nos pés leoninos, gerando mais chegadas atleticanas à área, com dificuldades, porém, de criar jogadas de perigo efetivo ao gol de Luan Polli. Da pressão veio a melhor chance do segundo tempo. Em cruzamento fechado de Victor Paraíba aos 37, Luan Polli voou para espalmar para a linha de fundo.

      Detalhes do Jogo:

      Atlético Goianiense 0

      Maurício Kozlinski; Jonathan, Oliveira, Gilvan e Nicolas; Moacir (Matheusinho), Nathan e Jorginho; Aylon (Victor Paraíba), Mike e Pedro Raúl. Técnico: Eduardo Barroca.

      Sport 0

      Luan Polli; Raul Prata, Rafael Thyere, Eder Ferreira (Cleberson) e Sander; Willian Farias, Yago e Charles (Léo Artur); Marcinho, Yan (Marquinho) e Élton. Técnico: Guto Ferreira.

      Local: Antônio Accioly, em Goiânia/GO

      Árbitro: Raphael Claus (FIFA-SP)

      Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis (FIFA-SP) e Alex Ang Ribeiro (CBF-SP)

      Cartões Amarelos: Aylon, Jonathan, Moacir (ACG), Eder Ferreira (SPO)

      Público: 6.695 torcedores     Renda:  R$ 69.045

      Voltar


      Fale Conosco:
      ismaradona@hotmail.com  

      WhatsApp: 87 98841 7572