Com seis clubes, pouca estrutura e muita vontade, Pernambucano Feminino de Futebol

      08 AGO 2019
      08 de Agosto de 2019

      Estádios cheios, jogos transmitidos para o mundo todo, atletas requisitadas para comerciais... A cada quatro anos, o cenário que cerca a Copa do Mundo de futebol feminino faz crer que, enfim, as mulheres começaram a ter espaço na modalidade. A esperança, no entanto, é reduzida quando a análise é feita diante das competições nacionais, e se torna preocupação quando o olhar recai para os Estaduais. Com seis clubes, o Campeonato Pernambucano se inicia neste sábado regado pela dedicação de atletas e técnicos e quase nenhum investimento das agremiações.

      O choque de realidade vem desde o momento da inscrição. Com cerca de 150 atletas, divididas em seis clubes (Ipojuca, Náutico, Central, Sport, Íbis e Vitória), o desafio é arcar com os R$ 210 por jogadora. Com uma média de 25 por equipe, o custo médio é de R$ 5.250. Valor que apenas Sport, Náutico e Vitória conseguiram com certa tranquilidade. O Íbis teve que fazer uma vaquinha virtual, enquanto Central e Ipojuca tentaram buscar apoio de empresários. Situação que fez a competição ser adiada por duas vezes e, mesmo a um dia do início, ter o risco de não contar com um dos participantes.

      Outro fator que chama a atenção são os estádios disponibilizados para a competição. Náutico e Sport optaram por jogar em seus centros de treinamento, reduzindo assim a possibilidade de comparecimento de público. O Íbis, que ainda luta para regularizar atletas, jogará no Gileno de Carli, no Cabo de Santo Agostinho, o Central jogará no Antônio Inácio, em Caruaru, e o Ipojuca no estádio da cidade que dá nome ao clube.

       FÓRMULA

      Dentro de campo, a fórmula de disputa é simples. São seis clubes, todos jogando contra todos, em turno único, com os quatro primeiros fazendo a semifinal, em dois jogos, e final, em mais dois duelos. Vale lembrar que o clube campeão garante vaga para a Série A2 do Brasileiro. Como Sport e Vitória já têm vaga assegurada no Brasileiro, caso uma das equipes conquiste o título, a vaga será da vice-campeã. Se a final for Sport e Vitória, o terceiro colocado herda o lugar na competição nacional.

      Por Elton de Castro, Henrique Soares e Lula Moraes

      Voltar


      Fale Conosco:
      ismaradona@hotmail.com  

      WhatsApp: 87 98841 7572