Sport pode ficar de fora de competições nacionais por até dois anos

      09 JAN 2019
      09 de Janeiro de 2019

      Por salários atrasados, Gabriel cobra R$ 900 mil do Sport no STJD e clube pode ser punido

      A temporada mal começou e novos problemas jurídicos vão chegando ao Sport, em razão dos problemas financeiros acumulados na última gestão, comandada por Arnaldo Barros. Desta vez, o meia Gabriel, que atuou no Sport em 2018 vindo de empréstimo do Flamengo, acionou o Leão no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), cobrando o pagamento de salários atrasados, no total de R$ 900 mil. A informação foi dada pelo radialista Wellington Campos e confirmada pelo atual presidente Milton Bivar.

      A cobrança feita pelo meio-campista é referente a atrasos ocorridos desde agosto do ano passado. O clube foi notificado e tem prazo de 15 dias para se posicionar. Entretanto, esse tempo só começará a valer após o retorno do STJD do seu recesso, que se encerra no dia 20 de janeiro. Logo, a contagem começará a partir do dia 21 deste mês.

      “Este caso está entregue ao departamento jurídico. Não tem o que falar. Ele (Gabriel) colocou na Justiça. Agora é ver como está esse negócio, chamá-lo para fazer acordo na primeira audiência e Sport tentar se defender”, afirmou brevemente o presidente do Sport, Milton Bivar. A reportagem procurou o vice-presidente jurídico do Sport, Marcos Cabral, porém não teve a ligação atendida.

      O Leão tem sofrido com problemas financeiros desde o final de 2017, quando os salários dos atletas começaram a ter atraso no seu pagamento. No último ano, a crise se agravou e ainda culminou com o rebaixamento do Sport para a Série B, que causará uma grande queda nas receitas do clube para esta temporada.

      O Rubro-negro rescindiu contrato de atletas de alto custo, como os atacantes Rogério e Lenis, em troca do abatimento de dívidas que detinha com os atletas. O volante Jair conseguiu uma liminar na Justiça por falta de pagamento de salários e FGTS, que o liberou do Sport. No entanto, o Rubro-negro recorreu desta decisão e alega ter quitado os débitos com o atleta, que negocia com o Atlético-MG. Além deste caso, o Leão perdeu o volante Fabrício, que estava emprestado ao Guarani, por conta do não recolhimento de FGTS. O jogador entrou na Justiça e rescindiu o contrato com o clube.

      Possíveis punições

      O Sport ainda pode ser punido com perda de pontos relativos à Série A de 2018 por conta destes atrasos, o que não faz diferença já que o Leão foi rebaixado. Porém, em um caso extremo, pode ser punido por até dois anos sem jogar competições, com base no estatuto da Fifa.

      Por Klisman Gama

      Voltar

      www.ismaradona.com.br

      Fale Conosco

      WhatsApp (87) 98156 5264

      ismaradona@hotmail.com