Magrão salva Sport de mais um derrota

      08 SET 2018
      08 de Setembro de 2018

      Graças a Magrão, além de um erro da arbitragem, o Sport conseguiu empatar (0 a 0) com o Cruzeiro, neste sábado (8), na Ilha do Retiro, em jogo válido pela 24ª rodada do Brasileirão. O goleiro rubro-negro defendeu um pênalti – 33º pelo Leão – cobrado por Raniel, aos 40 minutos do segundo tempo e o Cruzeiro teve um gol legal do atacante Barcos, mal anulado pela arbitragem, aos 28 minutos da primeira etapa.

      Jogo – O primeiro tempo foi marcado pelo equilíbrio e poucas chances de gols criadas pelas duas equipes, mas o Cruzeiro teve mais posse de bola, enquanto o Sport só chegou no gol de Fábio em duas bolas aéreas com Hernane Brocador o zagueiro Durval, que o goleiro Fábio pegou. Outra tentativa rubro-negra veio com Andrigo, aos 45 minutos, numa saída errada do zagueiro Manoel. O meia invadiu a área e bater cruzado, mas o goleiro Fábio segurou firme.

      O Cruzeiro atuou com um time alternativo, já que na quarta-feira (12), tem compromisso pelas semifinais da Copa do Brasil, diante do Palmeiras. Mesmo assim, tentou tocar a bola para achar espaços na defesa leonina. Aos 12 minutos, o atacante barcos invadiu a área, mas chutou para fora. O time mineiro voltou a criar com perigo, aos 29 minutos, numa cobrança de falta que Manoel cabeceou na trave e, no rebote, Barcos fez o gol, mas o árbitro marcou impedimento, quando o volante Marcão dava condições ao atacante do Cruzeiro. Os mineiros ainda tentaram, aos 37 minutos, com Marcelo aproveitando corte de cabeça de Ronaldo Alves, mas a bola passou à esquerda de Magrão, deixando o placar em branco.

      Para o segundo tempo, o Sport voltou com duas mudanças: Raul Prata no lugar de Ernando e Jair substituindo neto Moura. As duas mudanças deram outra postura ao Sport que passou a pressionar o Cruzeiro no seu campo e ter mais volume de jogo. Aos 18 minutos, Rogério cruza e a bola passa perto da trave de Fábio, três minutos depois foi a vez de Andrigo cruzar e a zaga azulina afastar. A primeira tentativa do time visitante veio aos 32 minutos, com Raniel chutando de fora da área, mas o goleiro Magrão defendeu.

      Substituindo Andrigo, o atacante Mateus Gonçalves puxou o contra-ataque, aos 38 minutos, cruzou e a bola acabou indo pro gol com Fábio precisando mandar para escanteio por cima do travessão. No minuto seguinte, Raniel arrancou pela esquerda do ataque, invadiu a área e tocou para Deivid que foi derrubado por Raul Prata: penalidade máxima.

      Na cobrança, Raniel bateu do lado direito de Magrão e o goleiro leonino acabou defendendo com os pés pela 33ª vez com a camisa 1 do Sport, aos 40 minutos. O Cruzeiro ainda tentou com o próprio Raniel, aos 41 minutos, batendo de curva do lado lado esquerdo do gol leonino e, no minuto seguinte, através de Deivid que tentou cruzar, mas a bola desviou em Ronaldo Alves obrigando Magrão a defender mais uma vez segurar o empate sem gols, diante do Cruzeiro.

      Após 24 rodadas, o Sport soma 24 pontos e – por enquanto – segue em 17º lugar abrindo a zona de rebaixamento. A próxima partida do time pernambucano será diante do Corinthians, na Arena Itaquera em São Paulo, domingo (16), às 19h.

      Detalhes do jogo:

      Árbitro: Vinícius Gonçalves Dias (SP)  Assistentes: Alex Ribeiro (SP) e Rogério Zanardo (SP)

      Sport: Magrão; Ernando (Raul Prata 46?), Ronaldo Alves, Durval e Sander; Marcão Silva e Neto Moura (Jair 46?); Marlone, Andrigo (Mateus Gonçalves 71?) e Rogério; Hernane. Técnico: Eduardo Baptista

      Cruzeiro: Fábio; Ezequiel, Léo, Manoel e Egídio; Lucas Silva e Bruno Silva; Mancuello, Robinho (Raniel 61?) e Rafinha (Éderson 77?); Barcos (David 67?). Técnico: Mano Menezes

      Cartões amarelos: Neto Moura, Ronaldo Alves e Jair (SPO); Robinho (CRU)

      Público: 9.525    Renda: R$ 53.460,00

      Magrão salva o Sport de mais um derrota diante do Cruzeiro

      Voltar

      www.ismaradona.com.br

      Fale Conosco

      WhatsApp (87) 98156 5264

      ismaradona@hotmail.com