Bacalhau é homenageado pelo Santa Cruz em vitória por 2 a 0 contra o Remo no Arruda

      09 JUL 2018
      09 de Julho de 2018

      O fim de tarde do domingo(8) foi especial no Estádio José do Rego Maciel. A partida contra o Remo/PA marcou uma série de homenagens ao torcedor-símbolo Bacalhau, que faleceu na última quarta-feira(4/07) em Garanhuns.

      Os jogadores entraram, para o protocolo de execução do Hino Nacional, com uma camisa fazendo alusão a Bacalhau, que era conhecido por se caracterizar nas cores do Santa Cruz. A mensagem #EternoBacalhau estava presente também nas arquibancadas, com pequenos cartazes sendo levantados em referência a Jairo Mariano da Silva, que dedicou boa parte dos seus 77 anos ao Mais Querido.

      Jogadores entram em campo com camisa em homenagem ao garanhuense

      No minuto de silêncio comandado pelo árbitro da partida, a comoção era grande no Arruda. Os quase 15 mil presentes aplaudiram e ecoaram um som em forma de reverência a um ícone que vai deixar saudades nas dependências do clube coral

      Fonte: www.vecgaranhuns.com.

      Santa Cruz vence o Remo e se firma no G4

      O Santa Cruz emplacou a segunda vitória seguida na noite deste domingo(08), ao bater o Remo, por 2 a 0, no Arruda, pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série C. Alegria para um e desespero para outro no Grupo A. Com o resultado positivo, o Tricolor chegou aos 20 pontos e subiu para a terceira colocação, atrás apenas de Atlético Acreano (24) e Náutico (22). Sem conseguir emplacar uma sequência de vitórias, o Remo estacionou nos 11 e continua na lanterna.Empurrado pela torcida tricolor, o Santa Cruz precisou de apenas 11 minutos para abrir o placar no Arruda. Pipico aproveitou cruzamento, se antecipou ao zagueiro e, de peixinho, mandou no cantinho de Vinícius. O Remo sentiu o gol e só foi conseguir responder dez minutos depois em chute de Isac por cima do travessão.O Tricolor voltou a assustar aos 41. Jailson recebeu livre de marcação dentro da área, mas não conseguiu driblar Vinícius, que ficou com a bola. Esse foi o último lance de perigo do primeiro tempo.O Remo voltou com outra postura do intervalo e partiu com tudo para cima do Santa Cruz em busca do empate. O primeiro lance de perigo veio aos sete minutos, quando Isac recebeu dentro da área e ajeitou para Rodriguinho bater de primeira por cima do gol. O Santa Cruz não conseguia sair jogando e era pressionado pelo Remo. Fernandes aproveitou cruzamento e bateu bonito de primeira. A bola caprichosamente saiu para fora.O balde de água fria veio nos acréscimos. Em uma falta bastante criticada pelos jogadores remistas, Charles soltou a bomba, a bola desviou na barreira e entrou no cantinho de Vinícius. Na sequência, os atletas do banco de reservas xingaram o quarto árbitro e Vacaria acabou sendo expulso.Os dois times voltam a campo no próximo sábado, pela 14ª rodada da Série C. O Santa Cruz recebe o Globo, às 19 horas, no Arruda, em Recife, enquanto o Remo enfrenta o Botafogo-PB, às 17 horas, no Mangueirão, em Belém.

      Detalhes do jogo: 

      Árbitro - Rodrigo Nunes de Sa - RJ Assistentes - Silbert Faria Sisquim - RJ e Lilian da Silva Fernandes Bruno - RJ

      Público - 14.782 total        Renda  R$  122.290,00

      Santa Cruz- Tiago Machowski;Vítor, Danny Morais, Augusto Silva, Allan Vieira (Eduardo Brito);Eduardo, Willian Maranhão (Charles), Arthur Rezende (Augusto);Robinho, Jailson e Pipico. Técnico: Roberto Fernandes

      Remo-Vinícius;Nininho, Mimica, Bruno Maia e Esquerdinha (Jayme);Geandro, Dudu, Leandro Brasília (Fernandes) e Rodriguinho;Elielton (Eliandro) e Isac. Técnico: João Nasse Neto

      Voltar

      www.ismaradona.com.br

      Fale Conosco

      WhatsApp (87) 98156 5264

      ismaradona@hotmail.com