Morre Bacalhau aos 77 anos, tricolor de corpo e alma e torcedor-símbolo do Santa Cruz

      04 JUL 2018
      04 de Julho de 2018

      As três cores não estavam só nos dentes e nos cabelos. Estavam na alma. Tricolor, Bacalhau era a cara da torcida do Santa Cruz. De um povo simples. Apaixonado. Capaz, assim como fazia, de pedalar 230 quilômetros de Garanhuns, cidade onde morava no Agreste de Pernambuco, para ver os jogos no Arruda. Era como uma procissão de um fiel que se dirigia ao seu templo. Na alegria e na tristeza. Nesta quarta-feira, porém, essa estreita relação chegou a outro plano. Após lutar contra Alzheimer, doença que afeta a memória, e ainda sofria com uma depressão, José Mariano da Silva faleceu por volta das 6:00hs de hoje, aos 77 anos, na terra natal. O clube declarou três dias de luto.

      O funcionário público Jairo Mariano da Silva, o popular Bacalhau chegou a ficar internado por cerca de um ano. Nos último dois meses, recebeu alta e estava em casa. Seguia, porém, com a saúde fragilizada. Nesta madrugada, o quadro do torcedor coral piorou e ele chegou a ser encaminhado para uma unidade de saúde. Mas, no local, já chegou sem vida.

      O velório de Bacalhau ocorre nesta quarta-feira em local ainda a ser definido.  "Estamos decidindo ainda se o velório vai ser em uma funerária ou na Câmara de Vereadores, que gentilmente cedeu o espaço," disse um dos seus 13 filhos.

      Já o sepultamento acontecerá no Cemitério São Miguel nesta quinta, 05 de julho. Neste campo Santo, o torcedor mais especial do Santa já havia inclusive escolhido o túmulo, padronizado com as cores  de seu time  de coração. 

      A repercussão da morte de Bacalhau foi tão grande que seu nome apareceu nos Trend Tópics do Twitter como um dos assuntos mais comentados do país na manhã desta quarta.

      Voltar

      www.ismaradona.com.br

      Fale Conosco

      WhatsApp (87) 98156 5264

      ismaradona@hotmail.com