Santa sofre no Arruda, mas vence e entra no G4 da Série C

      03 JUN 2018
      03 de Junho de 2018

      Após duas rodadas sem vencer, o Santa Cruz finalmente conseguiu três pontos de alívio, numa vitória suada e em um jogo agitado por cartões. Foram sete, ao todo, além da expulsão do técnico Roberto Fernandes, logo em sua estreia defendendo o clube coral no Arruda. O Tricolor, estreando o novo uniforme, venceu o Juazeirense por 1 x 0, com gol do atacante Robinho. Com o resultado, o time voltou ao G4 do grupo A da Série C, somando 10 pontos. O próximo jogo do Santa será contra o Salgueiro na próxima segunda-feira.

      A partida já começou quente. Santa Cruz e Juazeirense entraram em campo com sede de futebol, o que tornou a primeira etapa do jogo bem intensa. Com muita raça e velocidade, até a primeira metade do primeiro tempo, o domínio era Tricolor. Para se ter ideia, com quatro minutos de bola rolando, o Santa já acumulava três chances reais de gols e já havia exigido muito do setor defensivo do adversário. Aos sete minutos de jogo, entretanto, o técnico coral precisou substituir o meia Valdeir, que sofreu um estiramento muscular, e colocou o atacante Fabinho Alves na partida, fazendo o Santa ficar ainda mais ofensivo

      De tanto insistir em jogadas de ataque, o Tricolor abriu o placar. Robinho, aos 31 minutos, recebeu bom passe de Arthur Rezende dentro da área e, precisamente, chutou de trivela no canto esquerdo do goleiro Tigre, convertendo o gol. Com a pressão que vinha sofrendo, o Juazeirense apresentou uma melhora do meio para o final do primeiro tempo, mas deixou a desejar no critério frieza. Três peças do time foram amareladas e desceram ameaçadas para o vestiário.

      O cenário depois do intervalo foi bem diferente. O Juazeirense, que vinha fazendo faltas violentas soube segurar melhor o ímpeto, embora ainda cometendo faltas, enquanto a equipe coral agitou as emoções e sofreu com três atletas amarelados, incluindo o lateral Allan Vieira, que foi expulso após receber o segundo amarelo, aos 18 minutos. O final da partida foi carregada de drama. Estranhamente, o juiz deu seis minutos de acréscimo e deixou o técnico Tricolor Roberto Fernandes muito insatisfeito. Por reclamação, ele acabou expulso da área técnica.

      Logo depois, devido a demora para o recomeço da partida, o árbitro acrescentou mais um minutos ao jogo, o que somou sete de acréscimos. No 10 contra 11, o Santa Cruz conseguiu a vitória e os três pontos cruciais para entrar no G4, porém, sofreu muito para segurar o placar, visto que depois da expulsão, o Juazeirense passou a pressionar intensamente o Tricolor.

      Detalhes do Jogo:

      Santa Cruz: Tiago Machowski; Vitor (Danny Morais), Sandoval, Augusto Silva, Allan Vieira; Charles(Ávila), Carlinhos Paraíba, Arthur Rezende; Valdeir (Fabinho Alves), Robinho e Augusto. Técnico: Roberto Fernandes

      Juazeirense:  Tigre; Carlinhos, Júnior Gaúcho (Rayllan), Eron, Waguinho; Deca, Victor Sapo, Patrik (Jussimar); Toni Galego (Jildemar), Juninho Tardeli, Capone. Técnico: Aílton Silva

      Árbitro: Luiz César de Oliveira Magalhães - CE Assistentes: Samuel Oliveira Costa - CE e Anderson Moreira de Farias - CE

      Cartões amarelos: Patrik (J), Júnior Gaúcho (J), Carlinhos (J), Augusto (S), Eron (J), Charles (S), Allan Vieira (S)

      Cartões vermelhos: Allan Vieira (S) e técnico Roberto Fernandes (S)

      Público:  5.188 pessoas  Renda: R$ 31.975,00

      O Tricolor pernambucano venceu o Juazeirense por 1 x 0 e Robinho marcou o gol da vitória

      De seis pontos disputados, Roberto já fez o Santa conquistar quatro depois de sua chegada

      Voltar

      www.ismaradona.com.br

      Fale Conosco

      WhatsApp (87) 98156 5264

      ismaradona@hotmail.com