Central fica num 0x0, como mandante da 1ª partida da decisão contra o Náutico

    01 ABR 2018
    01 de Abril de 2018

    Na tarde desse domingo, Central e Náutico fizeram um jogo de poucas emoções no duelo de ida da decisão do Campeonato Pernambucano e por isso ficaram no empata sem gols no Estádio Luis Lacerda, em Caruaru. Como não existe critério de gol fora de casa, quem vencer o duelo de volta fica com o título. Qualquer empate leva a disputa para os pênaltis. O segundo jogo da grande final está marcado para o próximo domingo (08), às 16h, na Arena Pernambuco. .Jogando em casa, o Central começou a partida ditando o ritmo do jogo, principalmente em jogadas pelos lados do campo e cruzamentos na área, mas encontrava o Náutico bem postado, pronta para encaixar um contra-ataque e abrir o placar. Tanto que a primeira chance de perigo veio mesmo pelos lados da equipe mandante. Aos oito, Júnior Lemos cobrou falta na área e Vitão apareceu para cabecear, mas resvalou no zagueiro, pegou outro rumo e saiu pela linha de fundo. A partir daí, ambos os times seguiram buscando espaço para chegar com perigo ao gol adversário, mas devido a pouca inspiração, pouco assustavam. A resposta do Náutico só veio aos 38 minutos, quando Robinho cruzou rasteiro na área e Ortigoza chutou mal, mas por pouco não enganou o goleiro França, que teve que se esticar todo para afastar o perigo. Até por conta disso, o primeiro tempo terminou empatado sem gols. Na volta do intervalo, apesar das muitas mudanças feitas nas duas equipes, a partida seguiu da mesma forma, sem grandes emoções. Aos 4 minutos, Júnior Lemos levantou a bola na área e Leandro Costa cabeceou firme, dando susto em Bruno, que mandou a bola para o escanteio. A resposta do Náutico veio minutos depois, quando Júnior Timbó cobrou falta da entrada da área, mas a bola saiu por cima do travessão. Aos 14, após uma bobeada da defesa adversária, Ortigoza pegou a sobra e mandou uma bomba. Mas ligado no lance, França fez uma excelente defesa. Minutos depois, aos 38, Tiago Enner cruzou na área e quando Robinho foi tentar o cabeceio, o goleiro adversário afastou o perigo, por conta disso, a partida terminou empatada em 0 a 0.

    Detalhes do jogo;

    Árbitro - Pericles Bassols Pegado Cortez   Assistentes - Clovis Amaral da Silva e Francisco Chaves Bezerra Junior

    Público -    14 080   pagantes                            Renda - R$ 398.980,00

    Central - França;Dudu Gago (Paulo Fernando), Vitão, Danilo Quipapá e Charles;Eduardo Erê, Douglas Carioca (Graxa), Fernando Pires e Júnior Lemos;Itacaré (Lucas Silva) e Leandro Costa. Técnico: Mauro Fernandes

    Náutico - Bruno; Thiago Ennes, Camutanga, Camacho e Kevyn;Josa (Wendel), Negretti e Wallace Pernambucano (Júnior Timbó);Robinho, Rafael Assis (Fernandinho) e Ortigoza. Técnico: Roberto Fernandes

    Muita disputa e pouca técnica para um 0x0 entre Central e Náutico

    Torcedor prestigiou a decisão e assistiu um clássico sem emoções

    Roberto Fernandes e Mauro Fernandes marcaram novo encontro para a Arena no próximo domingo

    Voltar

    www.ismaradona.com.br

    Fale Conosco

    WhatsApp (87) 98156 5264

    ismaradona@hotmail.com