Pesquisa aponta, Pernambucano da Série A1: 41% não gostam e não querem assistir

      11 FEV 2018
      11 de Fevereiro de 2018

      Em 2017, a Federação Pernambucana de Futebol realizou uma pesquisa com os torcedores por um novo formato para o Campeonato Estadual. A fórmula vencedora é que está em vigor na atual temporada, sinal de que há a preocupação de manter a competição atrativa. Isso porque nos últimos anos, o torneio tem perdido espectadores e os públicos das partidas são cada vez menores, até mesmo nos clássicos. É o que o estudo do Instituto de Pesquisas UNINASSAU revelou sobre os recifenses.

      Quem vai vencer o Pernambucano?

      A primeira pergunta sobre o tema, aos 624 entrevistados na capital pernambucana, foi sobre quem deve ser o campeão de 2018. Com 38,7% dos votos, o Sport liderou com certa sobra em relação ao segundo, Santa Cruz (19,3%) e o terceiro, Náutico (7,7%). Mais de 30% não souberam, ou não quiseram responder. Logo em seguida, foi perguntado aos participantes quanto ao nível técnico da competição. E a resposta mais comum foi regular (33%), seguido por ruim (23%) e bom (16%).

      O torcedor irá comparecer?

      O que realmente preocupa está na presença dos torcedores nos estádios. É preciso levar em consideração que parte das fontes não acompanham o futebol local, mas, ainda assim, impressiona ver que é de 41% o número de pessoas que não irá assistir aos jogos do torneio. Também é de 41% a porcentagem de entrevistados que respondeu positivamente. A presença dessas pessoas nos estádios também será limitada. Os mesmos 41% da pergunta anterior responderam negativamente sobre ir aos palcos do Pernambucano.

      Esse número é mais evidente entre as pessoas de menor poder aquisitivo e grau de instrução. Dentre aqueles que não têm o ensino fundamental completo, 67% declarou que não irá aos jogos. A maior parte dos entrevistados que pretende comparecer encontra-se entre os que têm o ensino médio completo. Dentre as pessoas que têm renda familiar de até um salário mínimo, apenas 20% respondeu positivamente ao questionamento.

      As causas ficam mais claras na pergunta anterior, no qual se questiona por quê os entrevistados que responderam negativamente, não irão aos jogos. A violência, que envolve brigas dentro e nos arredores dos estádios é o motivo mais mencionado com 70,7% dos votos. Superando em muito outras causas como a desordem (3,6%), localização dos campos (1,4%) ou por preferir assistir em as partidas em casa (1,4%).

      Está bom ou ruim?

      Em meio às dificuldades que os torcedores enxergam para acompanhar o Estadual, chama atenção o fato de que as opiniões sobre o futebol local sejam tão divididas. Quando questionados sobre qual a imagem que têm do futebol de Pernambuco, 22% dos candidatos responderam como boa. Enquanto que 20,8% foi ao outro extremo, creditando como ruim ou péssima. Outros 8,7% declaram que é de violência/brigas e 6,1% consideram regular. Apenas 3,2% enxergam o futebol local como excelente, o que deixa claro que ainda há muito o que evoluir para os clubes locais.

      Voltar

      www.ismaradona.com.br

      Fale Conosco

      WhatsApp (87) 98156 5264

      ismaradona@hotmail.com