Sport vence o Corinthians, e uma combinação de resultados mantém o Leão na Série A

    03 DEZ 2017
    03 de Dezembro de 2017

    O Sport sofreu, mas comemorou a permanência na elite do Campeonato Brasileiro ao término da última rodada. Diante de um Corinthians recheado de reservas e com parte do elenco já curtindo as férias, o Leão da Ilha contou com a estrela do atacante André, que defendeu o Timão em 2016. Ele foi autor do gol da vitória, por 1 a 0, na Ilha do Retiro, em Recife (PE), que garantiu a permanência. Esta foi a terceira vitória consecutiva dos rubro-negros. Reação que foi determinante para o time escapar do rebaixamento à Série B de 2018. Esta nova vitória em casa levou o clube pernambucano aos 45 pontos, na 15.ª colocação. Ficou dois pontos à frente do Coritiba, rebaixado na 17ª posição. Em compensação, o Corinthians encerra a participação do Nacional, com 72 pontos. Foram nove pontos a mais que os rivais Palmeiras e Santos, que terminaram na segunda e terceira posições, respectivamente. Além da taça e da vaga na Libertadores, o Timão ainda abocanhou uma premiação de R$ 18.069.300,00. O jogo foi tecnicamente fraco, com poucas chances de gol. Tenso e pressionado, o Sport jogou no seu limite. O Corinthians, desinteressado e com a cabeça em 2018, também pouco produziu. Em vantagem, o Sport se fechou na defesa e deu campo de jogo ao Corinthians, que não soube aproveitar os espaços oferecidos pelo adversário. A única oportunidade criada pela equipe até o apito final foi aos 27 minutos, quando Marciel invadiu a área, mas pegou mal na bola e chutou para fora. Com apenas três titulares (Cássio, Balbuena e Gabriel), o time sentiu a falta de entrosamento e teve muita dificuldade para trocar passes e segurar a bola no ataque. Mesmo sem jogar bem, a equipe paulista não foi incomodada pelos pernambucanos no primeiro tempo e ainda teve a melhor chance de gol. Aos 22 minutos, Magrão, goleiro do Sport, fez duas grandes defesas em sequência. Primeiro na cabeçada de Pedrinho e depois no chute de Rodrigo Figueiredo à queima-roupa dentro da pequena área. No segundo tempo, o Sport voltou melhor. Como só a vitória interessava ao time pernambucano, o Leão passou a jogar mais no ataque e a rondar a área de Cássio com perigo. Aos quatro minutos, o goleiro do Corinthians teve de se esticar todo para defender o chute de Marquinhos. Aos 10, Cássio acabou falhando e André, sem goleiro, abriu o placar. Em vantagem, o Sport se fechou na defesa e deu campo de jogo ao Corinthians, que não soube aproveitar os espaços oferecidos pelo adversário. A única oportunidade criada pela equipe até o apito final foi aos 27 minutos, quando Marciel invadiu a área, mas pegou mal na bola e chutou para fora.

    Detalhes do jogo:

    Árbitro - Ricardo Marques Ribeiro - MG           Assistentes - Guilherme Dias Camilo - MG e Sidmar dos Santos Meurer - MG

    Público - 29.977 torcedores     Renda – 145.105,00

    Sport-Magrão; Raul Prata, Oswaldo Henríquez, Durval e Sander; Anselmo, Patrick, Marquinhos (Rogério), Diego Souza e Mena (Rithely); André. Técnico: Daniel Paulista

    Corinthians-Cássio; Léo Príncipe, Balbuena, Pedro Henrique e Marciel;Gabriel, Fellipe Bastos (Paulo Roberto), Rodrigo Figueiredo, Giovanni Augusto e Pedrinho (Mantuan); Kazim (Danilo). Técnico: Fábio Carille

    André e Diego Souza agradecendo a permanência na Série A

    André autor do gol da permanência do Sport na Série A

    Cassio um dos poucos titulares do timão contra o Sport

    Daniel Paulista manteve o Leão na Elite do Futeboo Brasileiro

    Voltar

    www.ismaradona.com.br

    Fale Conosco

    WhatsApp (87) 98855 8561

    ismaradona@hotmail.com